Millênnium Informática

Cursos básicos avançados e designer gráficos totalmente reconhecidos.

Anuncie Aqui!

Anuncie sua empresa aqui e seja visivel a centenas de usuários.

Anuncie Aqui!

Anuncie sua empresa aqui e seja visivel a centenas de usuários.

Anuncie Aqui!

Anuncie sua empresa aqui e seja visivel a centenas de usuários.

Anuncie Aqui!

Anuncie sua empresa aqui e seja visivel a centenas de usuários.

terça-feira, 26 de julho de 2016

Morre mais uma vítima de ataque criminoso em Pirapemas.

Francineth da Silva Frazão, de 47 anos, teve 65% do corpo queimado.Polícia já prendeu cinco suspeitos do ataque, um ainda está foragido.

Morreu na manhã desta terça-feira (26) mais uma vítima que sofreu queimaduras graves após um assalto em Pirapemas, a 180 km de São Luís. Francineth da Silva Frazão estava internada desde a última quarta-feira (20), em estado grave, no Hospital Socorrão 2.

Segundo informações da Secretaria Municipal da Saúde (Semus), Francineth, de 47 anos, teve 65% do corpo queimado no ataque e estava respirando com a ajuda de aparelhos.  Ela era esposa de Raimundo da Conceição Frazão, que também não resistiu aos ferimentos e faleceu na última quinta-feira (21).

Ainda há outras quadro vítimas internadas no Hospital Socorrão 2: Rosilene da Silva Santos, Agnaldo da Silva Conceição, Celso da Silva Costa e Rivelino Marques de Araújo. Todos estão em estado grave por causa das queimaduras.

Crime
A polícia prendeu até agora cinco suspeitos de terem incendiado um depósito de uma casa com seis pessoas da mesma família dentro após uma tentativa frustrada de assalto, no povoado Tiquaras, zona rural de Pirapemas. Um dos suspeitos ainda está foragido.

Os criminosos usaram combustível encontrado na própria residência para atear fogo. Como o local é de difícil acesso, Raimundo Frazão e Maria Francinete Frazão armazenavam e revendiam o combustível para vizinhos.

Os criminosos, ainda segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, trancaram as vítimas em um depósito e atearam fogo. Um dos galões de combustível chegou a explodir, atingindo um dos suspeitos.

(Fonte: G1 Maranhão)

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Estelionatários são presos no MA após aplicarem golpes através do WhatsApp.

Uma operação da Polícia Civil por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC E DEFAZ) prendeu em flagrante na noite da última sexta-feira, quatro integrantes de uma associação criminosa. Funcionário da Vivo tinha facilidade e ajudava o bando.
O bando estava agindo com a ajuda de um funcionário de uma empresa de telefonia móvel que habilitava números de pessoas de “boa fé” e com os isso os delinquentes tinham acesso para invadir as contas de WhatsApp das vítimas. De posse da conta do WhatsApp, OS criminosos iam aos grupos e contatos e pediam valores em dinheiro emprestado que era depositado em contas de terceiros.

Depois de feito o depósito, os criminosos paravam de falar com a vítima e o golpe estava concretizado. Os bandidos iam a um bando 24 horas e sacavam os valores, porém quando chegava ao limite de saques diários iam aos postos de gasolina e lá passavam o cartão em débito e davam uma porcentagem ao frentista sem realizar o abastecimento.

Com os quadrilheiros, a polícia apreendeu também um revólver calibre 38 na posse de um homem identificado como Paulo.

Wanderson Sousa Soeiro é funcionário da Vivo e entrava em contato diariamente com Robert Wagner Silva Serra na qual passava dados das contas da operadora de números de todo o Brasil para que o golpe fosse realizado. Paulo Heitor Campos Pinheiro e Randerson dos Santos Castro vulgo “Beiço” forneciam as contas bancárias para que o dinheiro pudesse ser depositado.

Os quatros são brasileiros natural de São Luís/MA. Robert e Paulo Heitor tem ambos 31 anos. Wanderson Sousa e Randerson ambos tem ensino superior incompleto e 25 anos de idade.
 (Fonte: Luis Cardoso)

Inscrições para o vestibular da UEMA PAES 2017, faça a sua aqui até 19 de agosto.

Universidade oferece 4.220 vagas em cursos de graduação presenciais. Processo de inscrição vai até 19 de agosto de 2016, pela internet.

A Universidade Estadual do Maranhão (Uema) abre nesta segunda-feira (25) as inscrições para o Processo Seletivo de Acesso a Educação Superior (Paes) 2017, que trata sobre os procedimentos e das normas para a realização do vestibular da Uema. Este ano, a Uema oferece 4.220 vagas em cursos de graduação na modalidade presencial em todo o Estado.

Para 2017, a Uema oferta quatro novos cursos: Filosofia em São Luís, Educação Física em São João dos Patos, Ciências Contábeis em Codó e Ciências Naturais em Caxias. De acordo com o aviso de edital nº 038/2016, da Divisão de Operação de Concursos Vestibulares da Uema, o processo de inscrições para o vestibular vai até 19 de agosto de 2016, pela internet.

Acessar o Edital completo = Click aqui.

Efetuar a sua Inscrição  = Click Aqui

sábado, 23 de julho de 2016

Bandidos são cercados pela polícia durante tentativa de assalto a Banco do Brasil em Timon - MA.

Cinco assaltantes entraram no Banco do Brasil (BB) em Timon, na noite desta sexta-feira (22), no centro da cidade e ficaram cercados por policiais 11° Batalhão da Policia Militar de Timon, da Policia Militar da Rone, do corpo de Bombeiros.
Segundo a Tenente Joselea Rocha, do 11° Batalhão da PM de Timon, os assaltantes tentaram roubar o BB, quebraram a laje da agência, usaram luvas e escadas para entrar no local. Eles foram vistos através de câmeras eletrônicas pelo gerente do Banco que imediatamente acionou a polícia.
Os cinco assaltantes conseguiram fugir pelo teto do Banco.

Os policiais jogaram bomba de efeito moral para forçar a saída dos bandidos. A agência contém muitos estilhaços de vidro pelo chão.
Ainda não se sabe a identificação dos criminosos, eles usavam máscaras. A polícia está investigando e realizando diligências para captura os ladrões.
(Fonte: Blog do Cabo Brito)

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Suspeito de planejar atentado terrorista nas Olimpíadas fundou grupo islâmico em São Luís - MA.

Marcos Duarte postou foto em uma rede social, na qual ele afirma ser ele mesmo ostentando um fuzil, do mesmo modelo usada por Osama Bin Laden.
O maranhense, de 42 anos, que está entre os 10 suspeitos de planejar ataques terroristas nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, trata-se de Marcos Mario Duarte, de 42 anos, que usava o codinome na internet de Zaid Duarte. Convertido ao islamismo há mais de 10 anos, Marcos fundou, quando ainda morava em São Luís, a Sociedade Islâmica do Maranhão, organização religiosa, que tem como sede o bairro do Turu.

Atualmente, ele mora no município de Amparo, em São Paulo, e trabalha como garçom na cidade. Segundo informações de sites paulistas, o maranhense mantinha um time de rúgbi, que era usado para cooptar jovens para o islamismo radical. A equipe de reportagem vinha monitorando algumas redes sociais do suspeito e teve acesso a várias declarações dele de incitação ao terrorismo.

Marcos Duarte, que nasceu no dia 8 de maio de 1974, estudou durante o ensino médio no Colégio Pinheirense, escola católica que fica no interior do Maranhão. Ele se envolveu em alguns processos trabalhistas no interior paulista e, antes de desativar sua conta no Facebook, ostentava fotos com fuzis Ak-47, modelo que ficou conhecido por ser usado pelo terrorista saudita Osama Bin Laden.

A autenticidade da foto não foi comprovada, mas ele afirmava ser ele mesmo na imagem. Em reportagem do Bom Dia Brasil (TV Globo), policiais federais afirmaram que o grupo terrorista brasileiro tinha negociação para adquirir esse tipo de armamento no Paraguai.
Postagem de Marcos na qual ele jura fidelidade ao Estado Islâmico.
Em uma de suas postagens na rede social Google+, na qual tem quase 2 mil seguidores, Duarte usou o título “Estado Islâmico, uma história de amor”. Em várias destas postagens, ele recebeu mensagens, inclusive de maranhenses, se solidarizando pela causa e mostrando interesse em se converter.

É bom lembrar que, há alguns meses atrás, o programa Fantástico (TV Globo) divulgou uma reportagem sobre a história do desaparecimento de uma universitária paraense, chamada Karina Ailyn Raiol Barbosa, de 20 anos, que era estudante da Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém, e saiu do Brasil por São Paulo, sem avisar a família. Segundo os parentes, a jovem se converteu ao islamismo há cerca de dois anos, e teria sido aliciada para sair do país.

Marcos Duarte teria uma ligação com um inglês, que se identificava como Jonathan Kemp, e jurou fidelidade ao Estado Islâmico. Ele chegou a usar o dispositivo de doação coletiva para financiamento da causa. Em seu juramento, ele usou a frase: “Estou vivo para ser um khamikasse (referência aos suicidas japoneses da Segunda Guerra Mundial). Allah é o maior”.
Blog da Sociedade Islâmica do Maranhão, mantido por Marcos Duarte.
Marcos deve ser levado para um presidio federal em Mato Grosso com mais nove pessoas. Segundo informações do G1 de São Paulo, o suposto chefe do grupo é de Curitiba. De acordo com a Polícia Federal, o juiz Marcos Marcos deve ser levado para um presidio federal em Mato Grosso com mais nove pessoas. Segundo informações do G1 de São Paulo, o suposto chefe do grupo é de Curitiba. De acordo com a Polícia Federal, o juiz Marcos Josegrei da Silva, da 14ª Vara da Justiça Federal do Paraná, expediu 12 mandados de prisão temporária por 30 dias.

VEJA ABAIXO A LISTA DOS SUSPEITOS DE PLANEJAR OS ATAQUES 
Blog da Sociedade Islâmica do Maranhão, mantido por Marcos Duarte.
(Fonte: O Estado)

Bandidos assaltam agência do Banco do Brasil de Gonçalves Dias, MA.

Criminosos assaltaram uma agência do Banco do Brasil de Gonçalves Dias (MA), a 340 km de distância da capital maranhense, na madrugada desta sexta-feira (22). A ação aconteceu por volta de 1h30. Ao menos 10 suspeitos teriam participado da ação criminosa. Bandidos
Segundo a Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), para evitar uma ofensiva policial, os bandidos atiraram contra o destacamento da PM-MA na cidade e espalharam armadilhas em diversos pontos para cortar pneus de viaturas.

Após roubar o dinheiro do cofre da agência, os criminosos fugiram na direção de Codó (MA). A PM-MA já solicitou reforços de municípios vizinhos e da capital maranhense, para tentar prender os suspeitos.

Preso pela SEIC integrantes da quadrilha que explodiu caixas eletrônicos do Bradesco na Cidade de Anajatuba - MA.

Operação da Polícia Civil - MA por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais - SEIC prendeu na madrugada de hoje na zona rural da cidade de Anajatuba Walyson Sousa Santos, 24 anos de idade, Antônio Carlos da Silva Pereira, 50 anos de idade e Adão Pereira da Cruz, 35 anos.
Walyson é integrante da quadrilha que no dia 05 julho de 2016 explodiu os caixas eletrônicos do Banco Bradesco da Cidade de Anajatuba, sendo que nesta madrugada Antônio e Adão foram realizar seu resgate na posse de um veículo Fiat uno branco e acabaram sendo presos por policiais da SEIC.

Walyson responde processos por receptação e roubo a banco e Antônio responde processo por receptação.

Até a presente data 2 assaltantes foram presos e 3 assaltantes mortos que praticaram do assalto ao Banco de Anajatuba.
(Fonte: Blog Falando Sério Bacabal.)

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Morre uma das vítimas de ataque criminoso em Pirapemas, MA.

Morreu na manhã desta quinta-feira (21) uma das vítimas de um ataque brutal na noite de terça-feira (19), no povoado Tiquaras, zona rural de Pirapemas (MA), município localizado a 180 km de São Luís, que deixou outras cinco pessoas com queimaduras. A informação foi confirmada  pela secretária municipal de Saúde de São Luís, Helena Dualibe.
Raimundo da Conceição Frazão, de 55 anos, era proprietário da residência e teve 95% do corpo queimado após um assalto frustrado, por volta de 19h30, em que criminosos atearam fogo à residência da família e fugiram.

Grande parte das vítimas tiveram queimaduras de segundo e terceiro graus. Além de Raimundo Frazão, estão internados em São Luís:

- Maria Francinete da Silva Frazão, de 47, esposa de Raimundo;

- Aguinaldo da Silva Conceição, 32, vizinho de Raimundo e Maria Francinete;

- Rosilene da Silva Santos, 41, esposa de Aguinaldo e vizinha de Raimundo e Maria Francinete;

- Rivelino Marques de Araújo, 39, vizinho de Raimundo e Maria Francinete;

- Celso Silva da Costa, 35, vizinho de Raimundo e Maria Francinete.
Inicialmente eles foram atendidos no Hospital Municipal Gertrudes Melo, transferidos para Hospital Geral de Matões do Norte (MA) e, ainda pela noite, encaminhados para a unidade de tratamento de queimaduras do Hospital de Urgência e Emergência Dr. Clementino Moura (Socorrão II), em São Luís.
(Fonte: G1 Maranhão)

TSE divulga limite de gastos para campanhas; veja dos municípios do MA.

 
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta quarta-feira, dia 20, o limite de gastos para campanhas em todo o país. As tabelas com os limites de gastos foram publicadas no Diário de Justiça Eletrônico do TSE.

O TSE atualizou os valores de acordo com a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor, do IBGE. O índice de atualização dos limites máximos de gastos foi de 33,8%, o que corresponde ao INPC acumulado de outubro de 2012 a junho de 2016.

Para os municípios de até 10 mil eleitores e com valores fixos de gastos de R$ 100 mil para prefeito e R$ 10 mil para vereador, o índice de atualização aplicado foi de 8%, que corresponde ao INPC acumulado de outubro de 2015 a junho de 2016, já que esses valores fixos foram criados com a promulgação da lei nº 13.165, de 2015.

Confira abaixo o valor que o candidato a prefeito e a vereador pode gastar em cada cidade do Maranhão:

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Bandido que tocou fogo em família saiu queimado e foi preso.

Quatros bandidos invadiram uma casa no povoado Tiquaras, no município de Pirapemas, depois que souberam que o proprietário tinha guardado R$ 15 mil debaixo do colchão para a reforma da residência. Como não encontraram o dinheiro, amarraram as pessoas, jogaram gasolina e tocaram fogo nelas. Um dos bandidos se queimou nas pernas e braços e acabou sendo encontrado em um hospital daquela cidade. Foi preso e apontou outro comparsa, que também já foi trancafiado.
Na foto acima dois momentos após o incêndio, quando as vítimas foram socorridas e levadas em cinco ambulâncias para o Socorrão II, em São Luís. Das seis pessoas, três estão em estado grave com queimaduras de 3º grau.

Na foto abaixo os bandidos que estão preso. O que tem marcas de queimaduras é Adriano Rocha Nunes, 23 anos, residente no Bairro de Fátima, na cidade de Santa Rita. O outro é Antonio da Silva Cruz, 27 anos, morador do bairro da Torre, em Pirapemas. Os outros dois estão sendo procurados.
 (Fonte: Luis Cardoso)

PRF apreende grande quantidade de maconha em ônibus de Banda Musical.

No início da noite de hoje (19/07/16), na BR 467, equipes da PRF abordaram um ônibus de uma banda de música com sede na cidade de Medianeira/PR.
Com o auxílio de dois cães farejadores da PRF, foram localizados no fundo do ônibus, embaixo dos equipamentos da banda, diversos fardos de maconha.

Em uma estimativa inicial, é provável que a quantidade ultrapasse 1400 kg. Porém, a droga ainda será pesada na Polícia Civil.

A banda realizou um um show na cidade de Maracaju/MS e estava retornando para Medianeira. Porém é provável que o destino final da droga seria Santa Catarina, já que a banda teria shows marcados naquele Estado.

Os seis integrantes da banda foram presos. O Motorista do ônibus é o dono da banda.
Ocorrência encaminhada para Polícia Civil de Cascavel.
(Fonte: Luis Cardoso)

terça-feira, 19 de julho de 2016

Justiça do RJ manda bloquear o aplicativo WhatsApp em todo o Brasil.

Facebook recusou ceder informações para uma investigação policial.
Operadoras de telefonia foram notificadas para suspender acesso ao app. A Justiça do Rio de Janeiro determinou o bloqueio do WhatsApp em todo o Brasil. Uma notificação foi enviada para as empresas de telefonia após o Facebook se recusar a cumprir uma decisão judicial e fornecer informações para uma investigação policial.

A decisão tomada pela juíza Daniela Barbosa manda as operadoras suspenderem o acesso imediatamente. Segundo as provedoras de conexão foram notificadas da decisão por volta das 11h30.

O Facebook informou que não vai se manifestar e a assessoria do Whatsapp disse que não tem ainda uma posição sobre a decisão. Esta é a quarta vez que um tribunal decide pela suspensão do acesso ao aplicativo no Brasil. Diferentemente das outras decisões, não há um prazo definido para o retorno do serviço assim que ele for bloqueado.

O Sindicato das Operadoras de Telecomunicações (Sinditelebrasil) informou que ainda não tem informações sobre o caso. Claro, Vivo e Tim afirmam que ficaram sabendo do bloqueio pela imprensa e ainda não possuem um posicionamento.

‘Impossibilidades técnicas’
Segundo Barbosa, o Facebook, empresa proprietária do WhatsApp, foi notificado três vezes para interceptar mensagens que seriam usadas em uma investigação policial em Caxias, na Baixada Fluminense. A juíza acrescentou que a empresa respondeu através de e-mail, com perguntas em inglês, “como se esta fosse a língua oficial deste país” e tratou o Brasil “como uma republiqueta”. O Whatsapp diz não cumprir a decisão “por impossibilidades técnicas”.

Segundo a decisão, o que se pede é “a desabilitação da chave de criptografia, com a interceptação do fluxo de dados, com o desvio em tempo real em uma das formas sugeridas pelo MP, além do encaminhamento das mensagens já recebidas pelo usuário (…) antes de implementada a criptografia.”

O bloqueio anterior do Whatsapp foi em maio de 2016. Outro bloqueio aconteceu em dezembro de 2015, quando a Justiça de São Paulo ordenou que as empresas impedissem a conexão por 48 horas em represália ao WhatsApp ter se recusado a colaborar com uma investigação criminal. O aplicativo ficou inacessível por 12 horas e voltou a funcionar por decisão do Tribunal de Justiça de SP.

Bloqueio em maio

A investigação que culminou no bloqueio em maio foi iniciada após uma apreensão de drogas na cidade de Lagarto, a 75 km de Aracaju. O juiz Marcel Montalvão pediu em novembro de 2015 que o Facebook informasse o nome dos usuários de uma conta no WhatsApp em que informações sobre drogas eram trocadas. As informações desse processo corriam em segredo de Justiça.

Segundo o delegado Aldo Amorim, membro da Diretoria de Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal em Brasília, a investigação foi iniciada em 2015 e esbarrou na necessidade informações relacionadas às trocas de mensagens via WhatsApp, que foram solicitadas ao Facebook. A empresa não cumpriu a decisão.
(Fonte: G1 Notícias)